27 de nov de 2007

Barbatanas

Na arte de confeccionar corsets a barbatana é o item que proporciona mais rigidez na estrutura do corset.

História, Propósito e Materiais
O objetivo do uso da barbatana em um corset varia de época para época. De uma forma geral as barbatanas eram usadas para moldar o corset deixando sua estrutura mais rígida.

Os corsets do sec 16 ao logo do sec 18 (naquela época os corsets eram chamados de "stays", "bodies" ou "corps") sua estutura era baseada em moldar a parte superior do tronco num formato de cone. Os primeiros corsets tinham seus busks feitos em madeira, posicionados na frente do corset (estes busks eram bem diferentes dos mais novos em aço com fechos). Os corsets do séc 17 e 18 em sua maioria o espaço entre as barbatanas era muito pequeno, isto na época era necessário para forçar o corpo a ficar com a forma que na época era tido como elegante. Os materiais mais usados nesta época nas barbatanas era o caniços ou **costelas cartilagem da baleia whale (**ver detalhe no final da publicação)

O início do século 19 trouxe um estilo diferente ao corset (que ainda era chamado de "stays). Houve um regresso da moda a forma mais natural e classico, e foi a primeira vez que a parte do busto foi separado do resto. Para conseguir esta separação da parte do busto ao resto foi usado o busk. O busk basicamente era uma aste rigida e eram feitos tanto de madeira, marfim ou osso e eram esculpidas e dadas como presente .

No meio do século 19 o corset tornou-se mais complexo em sua estrutura (nao era mais chamado de "stays) e a pratica do tight lacing exigia mais barbatanas para que conseguisse a forma desejada. Foi neste periodo que os busks atuais se tornaram mais populares e permitiram que o corset fosse facilmente aberto na frente, aos poucos o osso de baleia foi ficando raro e caro para se conseguir e esta escassez proporcionou algumas experiencias com outros materias para desenvolver um novo busks, inclusive o aço.

Ao final dos anos 1890 um novo e mais leve corset começou a se tornar mais popular. Sua forma era mais simplificada e sua modelagem permitia usar muito menos barbatanas que os corsets anteriores. Este novo corset evoluiu para o então estilo dos corsets Eduardiano. Estes corset de cerca de 1901-1908 tinham sua complexidade no corte do molde do corset, era basicmente a modelagem que dava a forma ao corset mais que as barbatanas. As barbatanas apenas davam apoio ao corte do tecido. Por volta de 1910 o corte dos corsets se tornou menos complexo e as barbatanas então eram usadas apenas para manter a estrutura do corset e o tecido nao enrrugado. No meio de 1910-1930 o foco era o conforto então as barbatanas rigidas de aço eram substituidas pela barbatana espiral, esta mais flexivel.

Hoje, muitos "corsets" usam barbatanas de plastico ou até nylon, embora seja a barbatana de aço que favorece a alta qualidade de um corset. As barbatanas de plastico não tem força suficiente para a pratica do Tight Lacing e são conhecidos por deformar e dobrar frequentemente. Muitas lingeries denotadas "corsets" fazem uso de barbatanas de plastico pois a produção em larga escala do produto não se torna tão cara em comparação a produção do corset com barbatana de aço


Barbatana Espiral


As barbatanas de aço modernas tem duas variedades básicas - a plana (flat), também chamada de esmaltada (enamel) ou rigida, e a barbatana espiral (spiral) ( ambas variedades são planas, porém a espiral pode ser um pouco mais grossa devido as suas extremiddes). A Flat curva apenas para uma direção enquanto a espiral curva para as duas direções. A barbatana em espiral pode ser usada nas partes mais curvas da peça, ou quando o apoio do tronco tem que ser suave. Ambas variedades são rigidas de cima - para - baixo, isto é, o comprimento da barbatana é rigido. Isto é necessário para que a barbatana cumpra sua função de manter o corset na forma pretendida.








Existe muita discussão entre os corsetmakers (pessoas que confeccionam o corset) perguntando que tipo, espessura e tamanho das modernas barbatanas usar, mas há diversas opções que dependem mais do estilo de corset que você irá fazer.

fonte: Wikipedia - Bone (cosertry)
tradução: Iris Freitas Duarte

PARA COMPLETAR


Rebarmet
Barbatanas metalicas e busks, lá vende tb apenas os terminais para as barbatanas - empresa brasileira.

Majestic
Ladeira Porto Geral,73 - 2ºandar, tel:3325-0003/3325-0014
(terminais para barbatanas, barbatanas e afins - empresa brasileira)

Rei do Armarinho
Rua Cavalheiro Basílio Jafet,99
(barbatanas metalicas)

GJ Tecidos
Busks da Rebarmet alias o preço é bem carinho a unidade, nem sei se vale a pena, acho que até se importar UM o custo nao chega a isso!

>> na Ladeira porto Geral em SP é o lugar onde vc pode achar tudo par aos corsets mas tem q garimpar, se souber de mais lojas vou completando por aqui.

Corset Making Supplies

Materiais, patterns (moldes) , passo a passo
página aqui do blog com sites bem interessantes, inclusive com moldes de corset

Instructions in Spirella Corsetry
instruções sobre o uso da barbatana espiral nos corsets

Imagem posição barbatanas
Imagem ilustrativas da posição das barbatanas em um determinado modelo de corset

O interior de um corset, barbatanas em espiral nas partes que dão contorno ao corpo e na frente os busks (fecho frontal do corset)


Barbatanas em espiral (espiralada) geralmente são usadas nas partes que dão contorno ao corpo. Na frente vem os busks (fecho da frente do corset), ÁS VEZES colocam barbatanas flats (rígidas) ao lado do busk quando é necessário - para dar mais suporte, porém quando o busk usado já é suficiente não há esta necessidade.

As barbatanas flats também são inseridas na parte das costas, ao lado nos ilhoses (aqueles furos onde passa o cordão) para dar mais suporte à peça, vale a pena lembrar que aí a flat não pode ser muito rígida ela deve ser maleável, mas não muito pois ela deve acompanhar a curvatura natural da coluna/costas, uma barbatana muito rígida nesta parte com toda certeza, é DOR na certa.

O Marcelo Lima, corsetmaker da Ferrer Corsets explicou um pouco sobre isso dentro das características dos corset da grife dele, aqui ou veja abaixo o vídeo:




UPDATE


08/11/15 - **Gente recebi uma explicação melhor da Sher sobre o texto, e cometi um pequeno erro traduzindo como COSTELA de baleia, já corrigi o texto para o que poderia ser o mais adequado, mas mesmo assim, segue abaixo a explicação da Sher que agrega mais ao texto como todo:

Acabei de ver que repostou um post antigo do blog acabei de ver que nele ainda esta escrito "costela de baleia", embora whalebone seja osso de baleia, ele se refere ao baleen que seria equivalente aos "dentes" cartilaginosos que algumas espécies de baleia que se alimentam de camarões usam para filtrar a presa.

Trazudir como dente também não seria bom, porque esse material quando colocado na água amolece e fica tipo cabelo, faz uma cortina, ele também amolece com o calor do corpo, tomando o formato do mesmo e por isso aqueles vitorianos são são modelados. Acho que o melhor é traduzir como cartilagem de baleia ^_~

Eu desconfio que você já sabe disso, mas segue a informação anyway.

Beijoca

29/03/16 - Mais um detalhe bacana sobre quantidade média de barbatanas em um corset - fonte: Ferrer Corsets


29/03/16 - Estava há tempos para printar este tópico lá no grupo Tight Lacing e Fitness, mas a preguiça me vencia sempre. Hoje decidi printar tudo \o/

Pra você que já reparou em POUCAS BARBATANAS / BARBATANAS FINAS e PREÇO BAIXO, dê uma lidinha neste papo sincero que rolou lá no grupo "TighT Lacing e Fitness" em 2015, leia TODOS os comentários. Para identificarem nos comentários, a Valéria (Val) Navarro é corsetmaker da La Sorcière Corsets, e a Sher, da Madame Sher Corsets:


As únicas imagens que tenho do papo são estas. Se você não consegue ler direito infelizmente só tenho isso OU você pode entrar no grupo Tight Lacing e Fitness e ver o tópico inteiro, clique aqui.

08/04/16 - Uma ilustração interessante de um CORSELET overbust , achei bacana estes vetores, quem dera os corsetmakers no Brasil colocassem algo semelhante na descrição de seus modelos.




1 comentários:

Ruth disse...

Excelentes informações, me ajudaram a tirar dúvidas referente ao assunto, uma vez que estou iniciando agora na área. Obrigada

Postar um comentário