25 de set de 2015

Você vê corsets estranhos com que frequência? O tempo todo!

Depois que fiz o tópico Corset Puxadinho, eu queria tentar mostrar, sem expor grifes nem pessoas, o que vejo por ai.

paródia - filme: sexto sentido

Antes que me perguntem. Não, não sou corsetmaker, mas tem certos detalhes que pela lógica, um pouquinho de leitura sobre corsets (que adquiri com os anos) ou mesmo por quem sabe o mínimo de anatomia do corpo humano vê que a coisa não está nenhum pouco certa.

Através de algumas ilustrações tentarei mostrar o que eu vejo e quem sabe te deixar mais esperta na hora de escolher sua corsetmaker.

Vamos começar?
 
AH IRIS, MAS MEU CORPO NÃO É ASSIM! Não importa isso agora, foca na informação!


Estes são os dois ÚNICOS modelos adequados para prática do Tight Lacing, e AMBOS cumprem o que prometem em relação ao Tight Lacing. Como já foi falado em outros tópicos aqui do blog, cada um destes modelos tem características específicas que os definem.

Agora reparem os círculos verdes da imagem acima.

No UNDERBUST repare que ele pega todo o tronco e segue o formato arredondado dos flancos e do quadril.

No WAIST CINCHER (da ilustração é um ribbon) ele deixa os flancos e os quadris livres e a lateral da peça é bem curta, ou seja, ele comprimi a cintura mas não envolve os flancos, o quadril e não comprimi a musculatura nem o tecido adiposo contra os ossos da bacia. TODO waist cincher TEM que ter a lateral bem curtinha, ele não pode tentar chegar ou envolver os ossos da bacia e a crista ilíaca. Pra você entender melhor, ele fica, digamos a grosso modo, apoiada na crista ilíaca, acima dos ossos do quadril.

Resumindo:

UNDERBUST - são mais alongados, vão até mais o menos no começo do ossinho da bacia. A pressão que você sente ao usá-lo é por toda região do tronco, você sente a pressão vinda da frente, lateral e costas. Se está na dúvida qual modelo escolher para fazer o TL, este é o IDEAL, não tem erro!

WAIST CINCHER - são bem mais curtos nas laterais, nas ancas, abaixo dos seios e nas costas. Veja na segunda ilustração da imagem que ele se quer pega o quadril. A pressão é mais concentrada nas laterais do corset. Por ser mais curto, pessoas mais gordinhas ou mesmo aquelas magras com alguma concentração de tecido adiposo em algumas regiões do tronco devem evitá-lo.

Isso que descrevi é a base que você tem que saber sobre cada modelo que é indicado para o Tight Lacing e mais ou menos como deve ser sua modelagem. Agora vamos ver o que vejo por aí:



Este caso acima são os erros (lembrando que é MINHA OPINIÃO baseada no "pouco" que sei sobre corsets e anatomia) que vejo acontecendo em alguns casos no modelo UNDERBUST quando vejo algumas fotos de clientes sendo publicadas em grupos de TL no Facebook.

Na primeira ilustração, esta linha vermelha passada da cintura pra baixo, a modelagem meio que entra no quadril da pessoa. As linhas laterais vermelhas seria onde ficaria os flancos e o quadril, onde o corpo deveria estar naturalmente, mas na verdade o corset esta apertando e está pressionando pra baixo esta região do corpo sem dar o formato arredondado natural dele, o corset achata esta parte e não acompanha o "movimento" do corpo assim como feito na primeira ilustração (correta - verde)

Na segunda ilustração, já é algo que vejo recorrente. Tanto o tórax como a bacia (flancos/quadril) estão absurdamente apertados. Ele não apresenta o formato arredondado nas laterais que o corset deveria ter para acompanhar a região do quadril (o osso da bacia), não "acomoda" de forma nenhuma a região dos quadris e o pior, faz com que o quadril da pessoa fique saltando nas laterais. Fica nítido que o corset está muito menor que o corpo de quem o usa e ainda o corset faz pouca curva de cintura.

[ update 09/16 ] Corset muito apertado e comprimindo demasiadamente a região do quadril, pode comprimir vasos e plexos nervosos, atrapalhando a circulação de sangue e drenagem da linfa nas pernas, pode lesionar a pele ocasionando hematomas/manchas nesta região (ainda mais quando a pessoa fica sentada), como também pode marcar a gordura da região com o tempo de uso do corset, assim como acontece com a famosa cintura dupla causada pelas calcas jeans com cós baixo.

Seguindo...


Este caso, inclusive já mencionei no tópico Corset Puxadinho (leia mais detalhes), é o "WAIST CINCHER" horizontal ou ribbon. Umas o chamam de waist cincher / ribbon alongado.

Por que usei as aspas? Porque na minha opinião, esta nomenclatura não cabe nele, justamente pelos detalhes que descrevi mais acima, que são caraterísticas fundamentais de cada modelo.

O uso de painéis na horizontal num corset mais longo fica impossível, anatomicamente falando, que os painéis consigam de maneira adequada envolver o tronco até os flancos. Além disso, faz como dito anteriormente, o corset acaba comprimindo os flancos contra os ossos do quadril pressionando o corpo de maneira errada.

[ update 28/11/16 ] Nos grupos infelizmente já aparece "resultados" de pessoas que usaram este tipo de corset puxadinho que apareceu por volta de Setembro de 2015. O resultado é um corpo com uma cintura bem mais aberta, alongada, um corpo com proporções totalmente fora de equilíbrio anatomicamente falando, bem diferente da figura AMPULHETA que a maioria das lacers buscam no Tight Lacing.

Tem outro detalhe sobre PRESSÃO e este eu não tenho como desenhar, é algo olhando mesmo e comparando fotos, se fosse mostrar eu estaria expondo grifes e pessoas coisa que não é a intenção neste tópico como mencionei logo no início dele.

Pois bem, alguns corsets que vejo parece que TODA a redução, todo o aperto do corset é concentrada nas laterais do corset. A pressão fica nos quadris e na cintura, ela não é distribuída em todo o tronco, isso acaba depois de um tempo moldando o corpo de forma errada. Uma vez conversei sobre esta questão com uma pessoa, que me informou que isso pode causar com o tempo algumas lesões graves nesta região. [update] Outro detalhe que evidencia isso e que eu não sabia que podia acontecer sobre tirar medidas apenas na lateral do corset, veja aqui.

Os exemplos que citei são de pessoas fecharam o corset corretamente, caso não saiba como fechar e como deve ficar atrás do sue corset - clique aqui, pois pode sim acontecer da pessoa fechar errado e fazer com que a pressão do corset fique concentrada nas áreas erradas do corpo. Por isso é bom ficar ligada no jeito que deve fechar o corset e ficar ligada nas fotos de costas da pessoa com corset.

Bom, é isso! Acredito que deu pra ser "um pouco" didática neste tópico e fazer com que você tenha mais atenção em alguns detalhes que podem passar desapercebidos quando olhar para as fotos de um corset principalmente no corpo das pessoas.

Faça questão de ver sempre as fotos de frente, lado e costas e veja TUDO desde costuras até estes detalhes que mencionei.

[update] Se forem comparar corsets de uma grife ou outra, comparem modelos semelhantes, ok?! Semelhantes no modelo, no comprimento, etc. Nada de pegar, sei lá, um underbust e comparar com um waist cincher de outra grife. Isso também vale até para grifes! Não da pra comparar grifes que tem níveis/métodos diferentes na confecção, experiência de mercado e etc. Vamos comparar "espécimes" semelhantes, ok?!

Vale a pena lembrar que aqui no blog, na lateral tem outros ene tópicos importantes pra você ler antes de pensar em comprar um corset.

AH! e se for usar estas imagens do tópico, por favor dê os devidos créditos ao blog ;) se eu souber de mais coisa vou completando por aqui mesmo.

Não deixe de ler


Corset Puxadinho
• Reduções irresponsáveis nas medidas de tórax e flancos (bacia)
• Como conferir as medidas do seu corset depois de pronto
Corsets tortos
Meu corset está com bico na frente. O que eu faço?
A lenda urbana do corset com ancas (aqui tem um detalhe sobre corsets com ancas muito pontudas que vale a pena ver pra ficar ligada no que aparece por aí)


[ UPDATE ]


27/10/15 - Achei por bem colocar este print que recebi e responder aqui mesmo:


Nem toda opinião pessoal de quem não domina o oficio é em vão nem achismo, os meus tenha certeza que consultei profissionais bem mais gabaritados para fazer esta publicação.

O que acho interessante que quem realmente sabe fazer corsets não se doeu nenhum pouco com minhas publicações, pelo contrário, vieram em off elogiar meu posicionamento, afinal, eles não podem colocar o que veem por ai por questão de ética.

Então aos que estão se doendo pelos meus posts, não se doam, quem sabe realmente fazer seu trabalho se garante, ou pelo menos deveria. ;)


----- TRUCÃO ALERT -----


22/09/16 - Vou aproveitar este tópico para uma coisa que vem acontecendo, O TRUCÃO. Trucão é dar uma ilusão de algo que não é a realidade.

Não me perguntem o por que algumas grifes usam do TRUCÃO, se é pra baratear o custo da peça, para baratear o custo de tempo para fazer a peça. Em alguns casos, sinceramente falando, acho uma SACANAGEM com a cliente. Por isso vou colocar neste cantinho o que vejo pra você aí ficar mais ligeira:


ANCAS MUITO ALTAS - No artitgo CORSETS WITH HIGH, SQUARE HIP SHELF (clique aqui), no blog da Lucy, ela conta um pouco sobre estes corsets, que na maioria das vezes este corset é usado como FASHION ou até mesmo para propostas de fantasias/vestimentas de época. Eles dão a ILUSÃO de uma curvatura na cintura mais vincada/dramática. Na maioria dos casos as ancas não acomodam a bacia. A parte entre a anca do corset e a crista ilíaca é oca.

O problema que em alguns casos das tentativas frustradas que vi de grifes brazucas que tentam usar este tipo de anca num corset para Tight Lacing (o que já acho NOSENSE) é que além da anca não acomodar a bacia de forma apropriada, quando a pessoa se senta o corset fica CRAVANDO na carne da bacia da coitada que usa este corset.

Já é notório que se o corset estiver muito apertado e até comprimindo em demasia a região do quadril/bacia, isso pode comprimir os vasos e plexos nervosos, atrapalhando a circulação de sangue e drenagem da linfa nas pernas, pode lesionar a pele ocasionando hematomas/manchas nesta região, ainda mais quando a pessoa fica sentada, como também pode marcar a gordura da região com o tempo de uso do corset, assim como acontece com as calças cintura baixa e a famosa cintura dupla. (leia mais aquiaqui e aqui).

O PIOR, na minha opinião, é que a cliente acredita PIAMENTE que o problema está no quadril dela, que é largo, ela realmente acha que o problema é do corpo dela e não na peça que por incrível que pareça foi feita sob medida e que deveria no mínimo, ter um caimento mais adequado para uma peça de treino nesta região.

+ sobre ancas, clique aqui.




3 comentários:

Pedro Pereira disse...

Não é anatomia errada. São só formatos diferentes, o primeiro é hourglass e outro é conical, por isso que é todo reto...

Iris • IFD disse...

Pedro Pereira, ou posso dizer Juliana - desculpe você acabou publicando 3 posts em seguido com nomes diferentes e fiquei um pouco confusa.

Não sao formatos (ou melhor, silhuetas diferentes - tópico q também existe no blog) diferentes e sim ANATOMIA ERRADA MESMO (pelo visto você não ta muito por dentro do que esta acontecendo nos grupos de TL no Facebook, sugiro se atualizar)

Vi no tópico sobre redução irresponsável que você cometeu a gafe de comentar com outro nome http://tightlacing.blogspot.com.br/2013/12/reducoes-irresponsaveis-nas-medidas-de.html?showComment=1445912981949#comment-4738224386385548216 falando do modelo Hourglass e Conical, modelos estes que trazem perigo a saúde e que NAO SAO INDICADOS PARA O TIGHT LACING por profissionais brasileiras.

Como você comentou sob nome de Juliana em outro tópico comprou corsets fora do Brasil com o intuito de modelar o tórax mesmo sabendo dos riscos... como este blog tem uma certa responsabilidade alertamos dos riscos destes modelos e JAMAIS iríamos ser imprudentes indicando eles justamente pelo perfil de algumas tightlacer brasileiras que estão colocando a saúde em risco.

Iris • IFD disse...

A propósito caso alguém queira ler sobre SILHUETAS de corsets publiquei algo em 2007 http://tightlacing.blogspot.com.br/2007/10/silueta-dos-corsets.html - e isso NAO SE APLICA aos casos que mencionei acima e que foi totalmente mal compreendido pela Juliana ou melhor, Pedro Pereira.

Postar um comentário