9 de jul de 2018

Retenção de líquidos? Fique atenta!

Modelar a gordura e ajudar na retenção de líquido é uma das primeiras coisas que se percebe na silhueta ao usar um corset durante a prática do Tight Lacing.

Em alguns casos, onde a pessoa está MUITO inchada, acaba fazendo com que ela ache que o uso do corset (e até mesmo cintas/modeladores mais estruturados) logo nas primeiras semanas seja o milagre divino na Terra - rs - e logo vem aquelas juras de amor, regadas a publicações nos grupos com hashtag #blablaévida, achando que tudo o que está vendo é RESULTADO, mas na verdade, tudo ainda é PROVISÓRIO nas primeiras semanas. Até que o corset realmente pegue o osso e até que o osso vá para onde ele tem que ir, demora. Tenha paciência e tenha bastante noção do que está acontecendo com o seu corpo de fato durante a prática.

Agora vamos pensar um pouco na questão da RETENÇÃO DE LÍQUIDOS (nome popular que descreve o inchaço no corpo ou em parte dele), veja que o corset - ou cintas/modeladores - AJUDAM nesta questão mas NÃO RESOLVEM, principalmente se você tiver algum problema de saúde que ocasione o inchaço ou mesmo sua alimentação faça com que você inche.


"Pequenos inchaços tem causa local, como a circulação regional insuficiente" neste casos está tudo bem, mas tenha atenção quando o inchaço for algo muito grande.

print - Doenças e Sintomas > Retenção de Líquidos - site Drauzio Varella 

Ninguém aqui quer ficar dependente de corset (ou mesmo de cinta/modeladores) por isso fique atenta a quase que desapercebida por muitas > RETENÇÃO DE LíQUIDOS < ela pode ser SIM ser indício de algo que não está legal na sua saúde e talvez você esteja mascarando um problema maior usando uma peça de compressão.


Para completar o assunto, abaixo ficam as dicas de alguns links:

• Retenção de líquidos: dicas para se prevenir
• Doenças e Sintomas > Retenção de Líquidos
• Elimine o inchaço com oito mudanças na alimentação
A calça jeans fechada a vácuo e o corset
Retenção de líquidos e peso feminino: o que há de real nessa relação? Desequilíbrio de água corporal pode levar à diurese ou desidratação




13 de jun de 2018

TL EXTREMO • Ethel Granger

Nascida em Cambridgeshire, Inglaterra, em 1905. Conheceu o astrônomo William Arnold Granger ainda jovem e eles se casaram em 1928.

Desde o começo do relacionamento deles, William havia dido a Ethel que amava corsets e cinturas finas.

Mas ao final de 1920, o corset já estava completamente fora de moda. Mas Ethel queria agradar o marido, então ela começou a vestir um corset regularmente.

A princípio, William ficou feliz por ela vestir apenas durante o dia, mas logo ele pediu que ela também usasse à noite.


A cintura de Ethel foi ficando cada vez mais apertada, se tornando cada vez mais fina.

A forte ideia de William sobre o que era atraente e feminino não paravam por aí. Ele também pediu à sua esposa para começar a vestir sapatos de salto altíssimo e a ter inúmeros piercings em seu rosto e corpo.


A cintura de Ethel continuou a diminuir até que ela entrou no Guinness, O Livro dos Recordes com uma cintura com 33 cm de diâmetro. O recorde dela ainda está para ser batido.

Ethel é famosa na moda e em círculos de "body art" até hoje. Em setembro de 2011, a revista Vogue italiana dedicou uma publicação a ela.

Ethel Granger fez muitos sacrifícios em nome do amor. Morreu em 1982, aos 77 anos de idade.




Caso esteja entrando agora no blog e se interessante pelo Tight Lacing recomendo reservar um tempo todo dia e ler um pouquinho sobre o assunto antes mesmo de comprar um corset. Na lateral aqui do blog tem uma relação dos tópicos mais importantes categorizados por grau de importância. Caso esteja no celular, clique aqui! Tem uma "pequena" lista com todos estes tópicos. Não esqueça de LER não vale só clicar - rs

Para Completar


• Os efeitos colaterais do tight lacing exagerado
Manchas na pele e o tigh lacing
Lacer não é tightlacer




12 de jun de 2018

Tronco deformado por um corset é SIM um perigo na saúde do seu corpo

Infelizmente já encontramos pessoas que não pesquisaram muito bem sobre o assunto com corpos deformados (principalmente na região do tronco) devido ao uso de peças que não respeitavam a anatomia de quem usava o corset.

Aqui no blog já tem um tópico sobre o assunto: Reduções irresponsáveis nas medidas de tórax e flancos, clique aqui se não leu ainda, nele sempre que pinta uma novidade acabo atualizando por lá mesmo.

Achei interessante deixar em destaque uma informação publicada na fanpage da grife Madame Sher corsets que vale o registro uma única publicação aqui no blog:

06/02/18 - Publicado na fanpage da grife Madame Sher

Para ler o estudo indicado na imagem, clique aqui.

Abaixo vai apenas uma ilustração onde mostra as costelas falsas que estão presas ao esterno:


esterno



Deixar o tronco deformado como um FUNIL de ponta a ponta não é questão de "elegância", seja qual conceito de elegância que a pessoa tenha, mas sim questão de SAÚDE do corpo.

clique na imagem para ampliar

Caso esteja entrando agora no blog e se interessante pelo Tight Lacing recomendo reservar um tempo todo dia e ler um pouquinho sobre o assunto antes mesmo de comprar um corset. Na lateral aqui do blog tem uma relação dos tópicos mais importantes categorizados por grau de importância. Caso esteja no celular, clique aqui! Tem uma "pequena" lista com todos estes tópicos. Não esqueça de LER não vale só clicar - rs

Para Completar


• Uma dose de anatomia básica no Tight Lacing não faz mal a ngm
Onde fica minha cintura?




11 de jun de 2018

Um pouco sobre a diferença entre Cinta e Corset

Este é um resumo bemmmm resumido do que se trata cada peça - o texto traz a compilação de vários textos de outros que já tinha tanto aqui no blog como pela internet. No final de alguns parágrafos tem uma sugestão de link com textos que complementam mais ainda o assunto

Entãoooo pra quem ainda não percebeu as diferenças entre estas peças, já fica aí a curiosidade:

corset da imagem: Underbust em Múltiplos Painéis Premium da Ferrer Corsets - resenha dele, clique aqui

"Espartilho (português) ou Corset (francês) é uma peça do vestuário feminino que dispõe de barbatanas metálicas (flexíveis e rígidas) e amarração nas costas." (sobre barbatanas, leia mais aqui)

Surgiu por volta do século XVI na Inglaterra, e tinha como objetivo manter a postura e dar suporte aos seios. Somente por volta do século XIX graças a invenção dos ilhóses e o uso de barbatanas de baleia que a atenção foi voltada para a cintura e teve início a era das cinturas minúsculas, conhecida como era Vitoriana. A peça caiu em desuso no ano de 1901, foi quando foi inventado o sutiã.

O corset (espartilho) muda a estrutura corporal de uma pessoa - desde a epiderme até os ossos e dependendo da intensidade do aperto e uso da peça, pode sim haver uma modificação em alguns órgãos do corpo (leia mais aqui), portanto é importante que ele tenha um caimento perfeito para que não traga danos a ele.

Se o corset estiver pequeno no tórax, por exemplo, pode comprimir o gradil costal e prejudicar sua respiraçao com e SEM o corset (diminui a capacidade de expansão torácica). Se o corset estiver muito apertado na região do quadril, pode comprimir vasos e plexos nervosos, atrapalhando a circulação de sangue e drenagem da linfa nas pernas. (leia mais aqui e aqui )

Alguns corsets possuem um fechamento frontal por meio de uma peça rígida chamada BUSK (leia mais aqui)


"Cinta é uma faixa, geralmente feita de elástico, que cinge estreitamente quadris, ventre e cintura, para adelgaçar ou modelar as formas." (leia mais aqui)

Na década de 1930 Christian Dior, que criou o New Look trouxe novamente para o mundo da moda as cinturas bem marcadas com peças semelhantes a um corset mas nas peças usavam desta vez o nylon (leia mais aqui)

Geralmente as cintas/modeladores possuem barbatas apenas em espiral (flexíveis).

Com o uso da cinta/modelador apenas o tecido adiposo é todo comprimido e, por isso, as cintas ajudam a diminuir a retenção de líquido. (leia mais aqui)

Como disse o texto acima é um resuminho bem resumido. Para quem REALMENTE tem interesse em se aprofundar só clicar nos "leia mais aqui" que encontrará muito mais detalhes sobre cada item.

Pra você que chegou agora no blog e no mundinho do Tight Lacing e dos corsets > Quer ler mais sobre?

Respire fundo e clique aqui! Não esqueça de LER não vale só clicar - rs




30 de mai de 2018

Os malefícios da calça baixa. Fique atenta nas roupas que veste!

A calça jeans de cós baixo aperta linearmente uma área que deve ter liberdade para o crescimento”. Uma adolescente de 11 anos ao comprar uma calça e mantiver esta mesma calça até os 14 anos de idade, faz com que no lugar do quadril o crescimento não se dê de forma correta, devida a pressão que ocorre sobre esta região.
- Dr. Gonzalez


Justamente nesta idade em que o adolescente esta crescendo e seu corpo está então, ganhando formas é muito importante que nada interfira neste crescimento”, acrescenta o médico. A calça jeans não acompanha o crescimento do corpo.

Com isso muitas vezes pode ocorrer a diminuição da nádega e um aumento da gordura das ancas criando uma deformidade estética muito acentuada que só poderá ser corrigida com uma lipoaspiração.

Portanto, não adianta perder todo tempo do mundo pesquisando por modeladores / cintas / corsets e até mesmo tratamentos estéticos e cirurgias se o que está no guarda roupa está detonando seu corpo.

trechos do texto: Cuidado com a calça Jeans e A temida cintura dupla

PARA COMPLETAR


• Cuidado com a calça Jeans
• A temida cintura dupla
Os malefícios das peças com cintura baixa
A calcinha da discórdia? Dica de fabricante...

• Videos que dão uma boa noção de como uma roupa pode detonar sua silhueta:



**só uma correção - não é "empurando" mas sim, o que não está sob pressão acaba crescendo lindo leve e solto ;) transbordando cós afora!
clique na imagem para ampliar