30 de mar de 2017

SILHUETA - Resenha GEMINI CORSET

A Lucy do blog Lucy's Corsets fez uma resenha que achei bacana trazer aqui pro blog justamente por conta da silhueta.

GEMINI CONICAL ( costela reta) | GEMINI ROUD (costela "em concha")

Sob o nome da grife, LUCIA CORSETTI, a própria Lucy fez o design de dois corsets com duas silhuetas diferentes. Um corset mais similar ao CONICAL (CÔNICA) - a lateral da costela é mais reta e outro corset mais próximo ao HOURGLASS (AMPULHETA) - lateral mais arredondada. Porém da linha da cintura a bacia eles são exatamente iguais, a diferença entre eles está apenas na parte da caixa torácica.

Pelo que entendi, eles são produzidos pela empresa Timelles Trend e são vendidos com medida PADRÃO, inclusive, ela faz a ressalva que nela os corsets ficaram maiores na parte da bacia e que ela usaria, por exemplo, com saias com petticoat.

Estou publicando SOMENTE pela curiosidade da silhueta. Perceba a linha que começa na lateral logo depois dos seios até chegar a cintura. Para você aí que está lendo, comece a partir de hoje a ser mais detalhista quando se deparar com um corset e parar um pouco de ficar obcecada por vinco quando (não todos, mas a grande maioria) nem se quer ainda entendeu de fato o que é modelagem.

Bora conferir:




A versão mais redonda na costela DESTE CORSET DESTA GRIFE é projetada como se fosse uma concha sobre a caixa torácica, a compressão é localizada somente na circunferência da cintura, deixando espaço para as costelas.

Segundo a Lucy esta versão DESTE CORSET DESTA GRIFE seria mais indicada para:

- quem tem a caixa torácica mais ampla ou quando o tórax tem formato de barril;
- nadadoras que tem um dorso mais desenvolvido;
- cantoras, trompetistas ( aqui acredito que ela se refira a profissões que exijam os pulmões mais cheios, consequentemente a caixa torácica fica maior)
- para quem tem uma capacidade pulmonar grande;
- claustrofóbicos ou que tenha uma respiração mais curta quando usa corsets cônicos;
- pessoas que não querem deformar as costelas;
- pessoas que tem as artirculações/junções da costela mais rígida;
- tem costelas sensíveis;
- para quem gosta desta silhueta.

+ DETALHES EM FOTOS






A versão cônica DESTE CORSET DESTA GRIFE desce mais "reta" (comparada a anterior) até a linha da cintura, a compressão é maior nas costelas.

Segundo a Lucy esta versão DESTE CORSET DESTA GRIFE seria mais indicada para:

- pessoas mais experientes no uso de corsets;
- para quem tem a parte superior da caixa torácica mais estreita;
- para quem quer treinar suas costelas flutuantes, diminuindo a circunferência da cintura;
- para quem tem costelas flexíveis;
- pessoas que querem usar roupas mais vintage;
- para quem gosta desta silhueta

+ DETALHES EM FOTOS



COMPARAÇÃO DAS SILHUETAS


Você viu a forma que ela mostrou os corsets?

 >> DE FRENTE, DE LADO e DE COSTAS <<



Não se esqueça, nosso corpo é tridimensional. Você só conseguirá ter ideia do todo de um corset, do caimento dele no corpo de alguém se ver ele TODO. Comece a observar mais os corsets que pintam por aí, note cada detalhe e não apenas no "vinco vincado".

Agora você vai me perguntar:

IRIS, PERA AÍ! A GRIFE X e Y TEM CORSETS IGUAIZINHOS A ESTES, COM ESTE MESMA SILHUETA. ENTÃO QUER DIZER QUE UM DELES NÃO PEGA AS FLUTUANTES E OUTRO SIM? COMO "AÇIMMMM"?!


Se eu te disser que eles NÃO SÃO IGUAIS no todo, você vai acreditar? Vou repetir, olhe o CORTE de cada painel em TODO o corset, FRENTE, LADO e COSTAS. Você VAI VER que embora o corset de frente se pareça ele não é tão igual assim. Isso vale para as duas versões, viu!! Por isso que algumas vezes quando uma pessoa fala "aim o corset da grife X ta igual do Y" e dai vou ver o bichinho ele nem de longe chega perto.

 CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Tentei fazer rapidinho um destaque rosa em cima de cada painel de ambos os corsets. Em algumas emendas entre os painéis ela usou barbatanas duplas em outras apenas uma. Veja o busk (fecho do corset), mesmo com uma barbatana do lado dele para dar mais apoio/suporte, repare como de lado ele curva para dentro (deve ser bem mais molenguinha dos busks que estou acostumada). Note o corte dos painéis como da cintura para cima um é mais reto e o outro mais arredondado fazendo o contorno melhor da caixa torácica.... e por aí vai....

Viu como são muitos detalhes? Por isso não ache que todo corset que você topa pela frente é igual muito menos ache que corset entre grifes são iguais. NÃO SÃO!

Corset Fast Food
+sobre, clique aqui
Agora repare se aquela grife do corset meia boca baratim quem fez a peça teve cuidado em cortar cada painel ou você caiu no famoso corset fast food que a pessoa faz em menos de 20 minutos um corset com 3 painéis, 2 retos e apenas o da lateral com uma entrada bizonha que muita inocente sem noção acha que aquilo é modelagem e exclama: "aimmm que vinco lindo!". Sabe di nada, moça. Cuidado! (pra você que quer corset rápido e acha que corset é blusinha de saldão clique aqui e aqui)

Quando falo que cada grife deve ter sua personalidade, que um dia de tanto olhar você vai saber só de olhar a grife que fez aquele corset, eu não estou brincando. Quem curtia na infância fazer o joguinho dos 7 erros e marcar na figura o que era diferente de outra figura que aparentemente era igual, vai curtir fazer o mesmo com corsets de modelos iguais (underbust e waist cincher) de grifes diferentes.

Aproveitando para esclarecer,  quando muitas vezes "upo" o tópico no grupo de Tight Lacing, lá no Facebook, sobre "deformar a caixa torácica", "sobre tórax funil", me refiro a corsets que estrangulam e afunilam a caixa torácica da pessoa de ponta a ponta. E isso NÃO é o caso dos corsets desta resenha por mais que a lateral de um seja mais "reta" do que do outro.

O MAIS importante é saber que as/os corsetmakers mais responsáveis trabalham para que o corset não traga problemas de saúde no seu corpo ao usar a peça tanto durante o Tight Lacing quanto no futuro (logicamente a intensidade, excesso e irresponsabilidade do treino da usuária contribui para ter problemas). Mas tenha em mente que a modificação que a peça fará no corpo da usuária hoje e no futuro é bem mais calculada levando centenas de aspectos do que em épocas Vitorianas quando o cônico era mais usado e que na época teve tantos problemas de saúde.


SE INFORME, TIGHT LACING É ASSUNTO SÉRIO!



Não se esqueça, na lateral do blog você encontra diversos links para os tópicos mais importantes, caso esteja no celular - basta clicar aqui. Todos os links estão na medida do possível organizados por nível de importância, desde coisas para saber antes de compra um corset como depois de comprar um corset, tem tudo que você precisa de informação para iniciar o Tight Lacing.

⚠️  AVISO: Vale a pena lembrar que as gringas não tem tanto cuidado que as brasileiras tem em fazer Tight Lacing com corsets sob medida, exercícios e todos os cuidados que tomamos.

PARA COMPLETAR


A silhueta dos corsets
• Corset Basics: Silhouette Styles Defined
Onde ficam as costelas flutuantes?

Você vê corsets estranhos com que frequência? O tempo todo!
• Porque a cintura do meu corset não ficou vincada igual da colega do grupo?
• Reduções irresponsáveis nas medidas de tórax e flancos
• Os efeitos colaterais do tight lacing exagerado/extremo
• A influência do uso do corset na morfologia de suas usuárias no período Vitoriano




0 comentários:

Postar um comentário